Um restaurante por semana 17/52 – Cantina Montechiaro

Quando você conhece um restaurante novo, a experiência vai muito além do momento que você passa lá e da comida que você prova. Cada lugar que você conhece, carrega uma história e o restaurante dessa semana é um lugar com muita história.

O Montechiaro foi fundado em 1974, então tem mais de 40 anos de história para contar. A cantina é super tradicional, com massas preparadas artesanalmente e é conhecida pelos seus pratos fartos.

A gente é super fã da cozinha mais moderna, mas toda vez que visitamos esses lugares super tradicionais, a gente fica impressionado pelo sabor de pratos mais simples.

Isso fica claro logo pelo couvert ($15), mais clássico impossível, com bruschettas rústicas, azeitonas, queijo bem picadinho, sardela, beringela e tudo que você pode imaginar quando pensa na Italia. hahaha

Vocês sabem que quase nunca pedimos o couvert e preferimos sempre as entradas, já que normalmente é tudo meio sem graça. Mas esse couvert do Montechiaro, meu amigo… É um banquete por si só.

Fomos logo para o prato principal e quase ficamos perdidos entre tantas opções. Ao bater o olho no cardápio, não se assuste, porque os pratos são sempre para duas pessoas e que normalmente servem três facilmente. Como queríamos provar de tudo, escolhemos 2 pratos diferentes, mas em meia porção. Meia porção aliás, que serve tranquilamente 2 pessoas.

Eu escolhi o Filetto Sorpresa ($84) , recheado de mussarela de búfala acompanhado de tagliarini na manteiga e sálvia ao molho de vinho tinto e cebola. Uma delícia, a carne recheada, como o nome já sugere, foi surpreendentemente boa.

Mas é unânime a decisão que o prato escolhido pela Isa foi o vencedor: Gnochi de mandioquinha ($63) ao molho branco com funghi secci, com escalopes ao molho madeira. Sério, não dá pra entender como um nhoque pode ser tão gostoso. O molho de cogumelos tem um gosto bem forte e combina MUITO bem com a massa.

Dá pra perceber quando um prato é especialmente bom quando acontece o que tá rolando comigo agora, consigo sentir direitinho o gosto dele só de lembrar. E acho que no final das contas essa é a graça da tradição, só uma receita que é preparada a tanto tempo no mesmo lugar pode chegar a esse nível de perfeição e marcar tanto. Parabéns ao Montechiaro.

Já falamos tanto de lá que nem deu pra falar muito sobre o ambiente. A fachada é super simples e o salão é enorme, com mesas bem grandes, perfeitas para acomodar famílias. O aconchego fica por conta do mobiliário, todo naquela madeira que dá para ver que é maciça.

Outro ponto interessante é a carta de vinho, com opções super gostosas e em conta. Vale a pena dar uma olhada! A cantina Montechiaro fico no Bexiga (claro, né) aqui em São Paulo. Rua Santo Antônio, 844


IMG_7974
IMG_8010 IMG_7992 IMG_7991 IMG_8015 IMG_8045 IMG_8056 IMG_8064 IMG_8061 IMG_8034